Hora de Estudar

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Planejamento 2017

                 Planejamento/2017 dias  01,02 e 03 de Março
O Diretor Da E.E Maria Ivone Martins Rosa,  Arildo fará a abertura discorrendo sobre a importância e conceituando o Planejar,  com apoio das  diretrizes da SEE-SP definidas no Comunicado nº 01/2015 para a gestão 2015- 2018 em que reafirmam o foco no desenvolvimento das competências e habilidades previstas.   

Temas para os dias  de Planejamento:


-A proposta pedagógica como referência para a ação da escola;
 -A inter-relação entre gestão democrática e clima organizacional como
aspecto fundamental para a construção de um ambiente propício à
aprendizagem;
- O currículo como articulador de atividades, programas e recursos
pedagógicos;
- Os resultados obtidos nas avaliações externas e internas;
- As ferramentas disponibilizadas pela plataforma foco aprendizagem e
que podem ser utilizadas para o planejamento e o replanejamento da
escola.
- Análise dos indicadores de desempenho da escola e do diagnóstico da
aprendizagem dos alunos;
- Elaboração de um Plano de ação, tendo como referência o resultado do desempenho dos alunos nas atividades realizadas nos primeiros dias de aula.
-Gestão de sala de aula;
-Homologação do calendário escolar;
-Cursos oferecidos pela SEE e Diretoria de Ensino


Textos de Apoio:


"O vídeo indicado abaixo pertence a Campanha #SouProfessor: vista essa camisa!
O Instituto Península, que tem como uma de suas causas a formação docente,
resolveu fazer uma campanha diferente. Buscou bons professores, com estilos diversos, famosos ou desconhecidos, tímidos ou extrovertidos, sérios ou brincalhões, metódicos ou intuitivos para que, literalmente, vestissem a camisa #SouProfessor e falassem sobre sua profissão".

video



  Se não conseguir abrir o Vídeo CLIQUE AQUI!


1. Que tipo de professor eu sou?
2. Sou o resultado de quais experiências? Elas foram agradáveis ou não?
3. Quais estratégias preservou em seu ensinar? Quais aboliu por discordar? Quais substituiu e o que o motivou a isso? Quais ressignificar?
4. Que docente você é hoje? 

5. É tempo de deixar para trás modelos que nos prendem e seguir adiante ressignificando nossas práticas? Como?



 Extraído de: São Paulo (Estado) Secretaria da Educação. Documento Orientador CGBE / Planejamento 2017 / São Paulo: SEE, dezembro de 2016.

Professor Coordenador Martins Ramos.

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

ATPC - Aula de trabalho Pedagógico Coletivo - De 21 de fevereiro.

                       ATPC de 21 de fevereiro/17   das 9h50min. às 12h20min.

Caros Professores, os temas/assuntos das ATPCs (Aula de trabalho Pedagógico Coletivo) são os seguintes:
- Síndrome de BURNOUT,
- Sondagem de Língua Portuguesa - 6.º anos;
-Desenvolvimento das ações previstas nos planos para início do ano letivo.

A seguir apresento dois textos de apoio.

Prof. Coordenador Martins Ramos.

No link abaixo, a Psicóloga Patricia Pacheco, nos dá com clareza, conceitos e dicas a respeito da síndrome de BURNOUT.



Texto 1



Ou aperte o Play



video



Texto 2      Teremos acesso agora, a uma matéria  extraída do portal novaescola.org.br. 

Burnout. Depressão. Ansiedade. Como desatar esses nós

Mudar hábitos, reconhecer limites, confiar nos colegas. Aprenda com três professores que viveram essas dores.  

Clique AQUI. Texto NOVA ESCOLA

domingo, 12 de fevereiro de 2017

Meu Ideal Seria Escrever...



Meu Ideal Seria Escrever...


Rubem Braga

   








    Meu ideal seria escrever uma história tão engraçada que aquela moça que está doente naquela casa cinzenta quando lesse minha história no jornal risse, risse tanto que chegasse a chorar e dissesse -- "ai meu Deus, que história mais engraçada!". E então a contasse para a cozinheira e telefonasse para duas ou três amigas para contar a história; e todos a quem ela contasse rissem muito e ficassem alegremente espantados de vê-la tão alegre. Ah, que minha história fosse como um raio de sol, irresistivelmente louro, quente, vivo, em sua vida de moça reclusa, enlutada, doente. Que ela mesma ficasse admirada ouvindo o próprio riso, e depois repetisse para si própria -- "mas essa história é mesmo muito engraçada!".

      Que um casal que estivesse em casa mal-humorado, o marido bastante aborrecido com a mulher, a mulher bastante irritada com o marido, que esse casal também fosse atingido pela minha história. O marido a leria e começaria a rir, o que aumentaria a irritação da mulher. Mas depois que esta, apesar de sua má vontade, tomasse conhecimento da história, ela também risse muito, e ficassem os dois rindo sem poder olhar um para o outro sem rir mais; e que um, ouvindo aquele riso do outro, se lembrasse do alegre tempo de namoro, e reencontrassem os dois a alegria perdida de estarem juntos.

     Que nas cadeias, nos hospitais, em todas as salas de espera a minha história chegasse -- e tão fascinante de graça, tão irresistível, tão colorida e tão pura que todos limpassem seu coração com lágrimas de alegria; que o comissário do distrito, depois de ler minha história, mandasse soltar aqueles bêbados e também aqueles pobres mulheres colhidas na calçada e lhes dissesse -- "por favor, se comportem, que diabo! Eu não gosto de prender ninguém!" . E que assim todos tratassem melhor seus empregados, seus dependentes e seus semelhantes em alegre e espontânea homenagem à minha história.
     E que ela aos poucos se espalhasse pelo mundo e fosse contada de mil maneiras, e fosse atribuída a um persa, na Nigéria, a um australiano, em Dublin, a um japonês, em Chicago -- mas que em todas as línguas ela guardasse a sua frescura, a sua pureza, o seu encanto surpreendente; e que no fundo de uma aldeia da China, um chinês muito pobre, muito sábio e muito velho dissesse: "Nunca ouvi uma história assim tão engraçada e tão boa em toda a minha vida; valeu a pena ter vivido até hoje para ouvi-la; essa história não pode ter sido inventada por nenhum homem, foi com certeza algum anjo tagarela que a contou aos ouvidos de um santo que dormia, e que ele pensou que já estivesse morto; sim, deve ser uma história do céu que se filtrou por acaso até nosso conhecimento; é divina".

         E quando todos me perguntassem -- "mas de onde é que você tirou essa história?" -- eu responderia que ela não é minha, que eu a ouvi por acaso na rua, de um desconhecido que a contava a outro desconhecido, e que por sinal começara a contar assim: "Ontem ouvi um sujeito contar uma história...".
E eu esconderia completamente a humilde verdade: que eu inventei toda a minha história em um só segundo, quando pensei na tristeza daquela moça que está doente, que sempre está doente e sempre está de luto e sozinha naquela pequena casa cinzenta de meu bairro.


A crônica acima foi extraída do livro "A traição das elegantes", Editora Sabiá - Rio de Janeiro, 1967, pág. 91.

Que legal!  Você leu, você me fez feliz,

Professor Coordenador Martins Ramos.

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Novo Ensino Médio - DÚVIDAS

Em atendimentos a pedidos de informações sobre o novo Ensino Médio criei um link de acesso direto ao portal do MEC (ministério da Educação), com perguntas e respostas.



             Clique AQUI Perguntas e Respostas

Boa leitura.

Professor Coordenador Martins Ramos.


segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

ATPC 07 e 08 Fevereiro 2017

     ATPC das 9h50min às 12h20min.  Ensino Fundamental - Terças-feiras
                Professor Coordenador: Martins Ramos.
                            
          ATPC das 13:00h às 15h30min.  Ensino Médio - Quartas-feiras
                            Professora Coordenadora: Célia Chiarelo.



Caros Professores, nas ATPCs do mês  de fevereiro desenvolveremos um trabalho com os Planos de ação que estão sendo colocados em prática com os alunos desde o dia 6 e se estenderá até o dia 24/2.  
Desenvolvimento: discussão, avaliação e implementação dos planos.
Em especial para os 6.ºs anos destacaremos também, a SONDAGEM. Os textos de apoio  foram enviados por e-mail aos professores.  


Sugestão para refletir e compartilhar opiniões. 


video

fonte:  https://www.youtube.com/watch?v=J0iv3TqJBV8 acesso em 06/02/17 Professor Coordenador Martins Ramos.